Aneurisma de aorta abdominal

Aneurisma é definido como uma dilatação focal e permanente da artéria com um aumento de pelo menos 50% do diâmetro normal do vaso.

O aneurisma de aorta abdominal ocorre  quando o diâmetro deste vaso no segmento abdominal é ≥ 3cm  e corresponde a 80% dos casos de aneurisma da aorta. Os aneurismas de aorta torácica correspondem a 19% e os tóraco-abdominais a 1%.

Podem ser classificados quanto à etiologia em degenerativos, micóticos, inflamatórios, congênitos e pós-estenóticos.

Os fatores de risco são tabagismo (5 vezes mais frequente), idade avançada (>65anos), sexo masculine (4-8:1), raça branca (2 vezes mais frequente), história familiar (2 vezes mais frequente) e HAS.

         Na maioria dos casos é assintomático, sendo diagnosticado por USG ou TC abdome durante investigação de outras patologias abdominais e diagnosticado à palpação apenas em 1/3 dos casos. Tornam-se sintomáticos quando apresentam alguma possível complicação, como por exemplo dor (compressão, crescimento rápido e ruptura), embolização distal (membros inferiores), trombose do aneurisma e ruptura.

         Ao se ter o diagnóstico de aneurisma de aorta, o paciente deve fazer seguimento regular com o cirurgião vascular, de forma que possa ser instituído o tratamento adequado quando for necessário, em geral nos casos assintomáticos esse tratamento é realizado nas mulheres com aneurisma ≥ 5cm de diâmetro e nos homens  com aneurisma ≥ 5,5cm de diâmetro.

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular - Regional Maranhão

Avenida Colares Moreira, Lote 3A Qd 32, Sala 416 - Jd. Renascença

São Luis/MA | CEP: 65075-441

Copyright © 2020 - SBACV-MA - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram