Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trata-se da formação de trombos nas veias profundas, sendo mais comum nos membros inferiores, principalmente no segmento infra-poplíteo. Ocorre em 0,6 – 3 casos por 1000habitantes/ano, sendo que 30 - 40% das TVP apresentam TEP concomitante e 30% das TVP evoluem com Síndrome pós-flebítica.

Há vários fatores de risco para TVP, estes podem ser primários, tais como distúrbios da coagulação; bem como secundários:  gravidez, puerpério, idade avançada, ICC, trauma, fraturas, anticoncepcionais orais, TEV prévio,  IVC, neoplasias, cirurgias > 30min, AVC, obesidade…

 O quadro clínico apresenta-se com dor, edema – empastamento e coloração azulada do membro, aumento da temperatura localmente e em alguns casos até febre, porém 50% dos casos podem passar despecebidos só com avaliação clínica, sendo necessário por tanto serem investigados com Ecografia Vascular com Doppler, D-Dímero e eventualmente, flebografia, TC com contraste e Angio-ressonância.

Os principais diagnósticos diferenciais são celulite, síndrome compartimental, linfedema, tromboflebite, miosite, artrite de joelho e síndrome da pedrada.

Uma vez com suspeita de TVP o paciente deve procurar um cirurgião vascular em caráter de urgência para que possa dar seguimento no diagnóstico e tratamento adequado do caso.

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular - Regional Maranhão

Avenida Colares Moreira, Lote 3A Qd 32, Sala 416 - Jd. Renascença

São Luis/MA | CEP: 65075-441

Copyright © 2020 - SBACV-MA - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram